Destralhar a casa - Quarto

junho 24, 2014


Destralhar a casa tem sido um processo que tenho feito ao longo destes cinco meses. Como já falei aqui no blog, vivo numa casa relativamente pequena, por isso é um pouco mais fácil. Mesmo assim não significa que não tenha e que não continue a entrar tralha para dentro de casa. 
Lembro-me no início planear diversas alterações para a nossa casa e fiz umas listas enormes de coisas a comprar no Ikea (a minha loja preferida). O Edgar vivia cá sozinho e, por passar pouco tempo em casa, não ligava muito à decoração e organização desta. No outro dia encontrei essas listas e quando fui a ver não preciso nem de metade do que lá está. Isto é o meu minimalismo a falar! A verdade é que ao longo deste caminho para uma vida mais simples, tenho vindo a retirar cada vez mais coisas, simplificando mais ainda, e tenho mudado os meus pensamentos em relação ao que preciso realmente para a casa. Às vezes temos as nossas casas cheias de coisas e, por vivermos nesta era do consumismo, compramos ainda mais coisas desnecessárias. Por isso, acho importante planear e registar os projectos que desejamos fazer e, só depois de um tempo, voltar ver se ainda queremos seguir com eles.
Nos meus próximos posts vou mostrar as principais alterações que ocorreram cá em casa. Ainda não tinha o blog e já tirava fotografias porque queria ver a evolução dos meus projectos. Hoje vou começar pelo nosso quarto. 
A minha preocupação no início foi tirar o que me incomodava visivelmente. O quarto está quase sempre apresentável...nunca deixo a cama para fazer nem roupas espalhadas pelo quarto. Mas tinha um problema com a mesa de cabeceira...ora vejam, e comparem com a fotografia de cima:


Tinha muita coisa em cima da mesa e papéis para organizar (no canto inferior esquerdo da foto ainda vejo a mala de viagem, que já está guardada). As alterações que fiz:
1- Tirei tudo de cima da mesa: os óculos de sol estão num cesto à entrada de casa; o cinzeiro que guardava moedas foi substituído por um dos cestos que estão na foto em cima. Deixei estar o candeeiro, mas quero substituir por outro suspenso do meu lado da cama, porque só eu é que utilizo para ler à noite. 
2- Comprei três cestos. Às vezes é preciso adquirir coisas novas para organizar a casa, não é só mandar fora. No maior está toda a minha bijutaria que quero destralhar; no médio são guardadas as moedas que o Edgar não gosta de ter na carteira e os carregadores de telemóvel (nada fica nas tomadas eléctricas à noite); e o pequeno tem por enquanto ganchos meus para o cabelo. 
3- Os documentos foram organizados e colocados nas caixas brancas que comprei. Como não temos escritório então é guardado tudo nestas caixas. Uma caixa é para o material necessário (folhas para impressoras, furador, agrafador, canetas, etc...). Outra tem os meus documentos e o dossier da casa e, por último, tenho outra só para os documentos do Edgar. Ainda estou à espera que um dia ele organize os seus documentos (é não perder a esperança).

É verdade que se diz muito sobre os meta-tralhas (caixas e cestos que guardam tralha), mas no meu caso tive de comprar para guardar e organizar melhor as coisas. Nas minhas caixas quase que não tenho tralha, mas mostrarei noutro post mais tarde. 
Na imagem de cima também podem ver a cómoda. Antes não tinha nada em cima e servia muitas vezes para se deixar a roupa. Então coloquei os três porta-velas que trouxe de casa dos meus pais e os únicos livros que guardo. Tinha mais livros em casa dos meus pais mas vendi-os todos (como disse aqui), porque sei que não vou voltar a lê-los. 

Coisas que ainda quero fazer:
- Colocar mais dois quadros por cima da cama (do mesmo tamanho)
- Trocar o candeeiro
- Comprar uma capa de edredon nova branca e duas almofadas laranjas como na imagem em baixo. A cor escolhida é laranja por ser a cor preferida do Edgar e porque significa alegria, vitalidade, prosperidade e sucesso. A cor branca significa paz, pureza e limpeza (podem ver mais sobre outras cores aqui). Acho a conjugação perfeita.

Queria muito pintar o quarto todo de branco, mas como vivo numa casa alugada e sabemos que vamos trocar de casa no próximo ano, então não vale a pena. 

Agora acho que não tenho assim tanta tralha visível no quarto (para não dizer nenhuma). Os próximos passos são destralhar dentro do roupeiro e das caixas brancas.

Enviar um comentário

© Just happy with less. Design by FCD.