No fim-de-semana que passou...


...festejamos o aniversário do Edgar com os amigos de França. É nestas alturas que custa mais estar longe dos nossos. O dia da nossa viagem para Portugal está quase a chegar, mas parece que falta uma eternidade. Tento levar a vida no presente e não pensar muito no futuro, só que nem sempre é fácil e a minha mente incansavelmente lembra-me das saudades. Então continua-se ansiosa e em contagem decrescente!
Hoje, o fim de semana ainda continua, pois é feriado nacional. Aproveitei a manhã para por a leitura em dia para terminar um livro que tenho andado a arrastá-lo. Não é que não goste dele...mas já esteve mais interessante. 

Agora vim aqui deixar os links dos posts que mais gostei na semana passada: 
- Sair da rotina pode dar-nos experiências inesquecíveis, como aconteceu com a Camile Carvalho.  

- Boas razões para começar a meditar do blog Felicidade é caminho. Tenho tentado inserir na minha rotina , por que me faz sentir muito bem, mas ainda falho muito. 

- Viver e reviver momentos inesperados, como a Ana, Go Slowly. Dar mais atenção ao presente e saborear todas as sensações que nos pode oferecer.

- Arrumar a casa é arrumar as ideias, no blog Dieta das Princesas. Boas dicas para destralhar a nossa maquilhagem (a minha já é muito pouca).

E este texto para nos inspirar:
"Nunca esquecer que as maiores e mais robustas árvores da floresta nascem do chão. Que a humildade é uma característica dos fortes. E a resiliência também. Manter o foco, por mais difícil que pareça. E há dias que parece missão impossível. Há demasiado ruído.
Não permitir que os dias (e as pessoas) cinzentos apaguem a certeza de que são a paixão e o entusiasmo as atitudes que movem montanhas, mudam opiniões, criam sonhos, devolvem a esperança, renovam a fé. Mesmo que tropecemos umas quantas vezes na vida, e o normal é tropeçarmos, é na queda que percebemos a consistência da nossa força, o limite da nossa resistência, a capacidade de perdoar (e de nos perdoarmos), e como a vida pode ser deliciosamente surpreendente quando acreditamos, quando confiamos, quando simplificamos e relativizamos, e quando conseguimos ser impermeáveis (ainda que q.b.) a tudo o resto. Às vezes são as escolhas erradas que nos levam ao rumo certo". - de Às Nove no meu Blogue

critério da imagem | pinterest Karolina B.

Sem comentários:

Enviar um comentário